Buscar
  • agenciamade

PRESIDENTE DO SENADO IGNORA DECISÃO DE MARANHÃO E IMPEACHMENT SEGUE


O presidente interino da Câmara Federal, deputado Waldir Maranhão determinou ontem a anulação das sessões do plenário da Câmara que trataram do processo de impeachment nos dias 15 e 17 de abril, fazendo com que o processo, que está no Senado, voltasse à Câmara. A Câmara teria, então, cinco sessões para refazer a votação no plenário, após receber de volta o processo. Mas ontem mesmo, o presidente do Senado, Renan Calheiros, que classificou a medida de Maranhão de "brincadeira com a democracia”, decidiu não reconhecer a decisão de Maranhão e determinou o prosseguimento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Senado, após ser aprovado em comissão especial na última semana, o impeachment poderá ser votado no plenário nesta quarta-feira, quando os senadores decidirão sobre a abertura de fato do processo que leva ao afastamento temporário da presidente do cargo, por 180 dias ou até o fim do julgamento.


1 visualização