Buscar
  • agenciamade

APROVADO NO SENADO, FIM DAS COLIGAÇÕES PROPORCIONAIS


O Senado aprovou na noite de ontem, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que modifica a forma de eleição dos deputados e pode diminuir a quantidade de partidos políticos dentro do Congresso Nacional. O projeto é o primeiro passo para a reforma política que é negociada entre os parlamentares. Já está na pauta do Senado também o fim da reeleição para cargos do Executivo. O projeto estabelece uma cláusula de barreira para as legendas que irão disputar as próximas eleições de 2018, além de pôr fim às coligações proporcionais, mecanismo que permite que deputados sejam "puxados" pelos votos da coligação que entra em vigor em 2022. A proposta segue agora para a Câmara dos Deputados, onde também deverá ser votada em dois turnos.A proposta ainda tem pouca aceitação entre os deputados, que são os maiores prejudicados pelo projeto. Na Câmara está a maior parte dos partidos pequenos, que são afetados pela cláusula de barreira. Além disso, a maioria esmagadora dos deputados é eleita por meio da coligação proporcional. Atualmente, apenas 36 dos 513 deputados foram eleitos com votos próprios, os demais foram "puxados" pela coligação.


3 visualizações