Buscar
  • agenciamade

Procuradoria investiga casos de campanha antecipada


A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou nesta segunda (16) que o órgão abriu investigações pontuais para apurar a ocorrência de campanha antecipada entre candidatos às eleições deste ano.

“Estamos observando a legislação existente e a regulamentação do TSE [Tribunal Superior Eleitoral], que é bastante estrita”, disse a jornalistas em Cambridge, onde participa de um evento na Universidade Harvard.

Segundo a procuradora, o objetivo é diferenciar o anúncio da intenção de concorrer, que é permitido pela Constituição, da campanha antecipada, quando há pedido explícito de votos.

A PGR ainda está no início das investigações.

Dodge não quis informar quais pré-candidatos estão sob o escrutínio do órgão, nem deu prazo para a conclusão das apurações.

Fonte: UOL


2 visualizações